fbpx

7 dicas para resgatar clientes perdidos

Um bom vendedor sabe que tão importante quanto conquistar novos clientes é garantir que os clientes atuais se mantenham fiéis ao negócio. Afinal, clientes fidelizados gastam mais, e também ajudam na solidez do negócio, não é?

Contudo, é preciso ter uma estratégia adequada para conseguir mantê-los satisfeitos. E, eventualmente, essa estratégia pode não funcionar da forma esperada e os clientes podem sair do negócio.

Então, em vez de encarar essa situação como uma oportunidade definitivamente perdida, é possível agir de modo a trazê-los novamente para o negócio. Quer saber como? Então continue lendo este post e veja estas 7 dicas poderosas para resgatar clientes perdidos!

1. Encontre os clientes inativos

Em primeiro lugar, você não pode recuperar um cliente que você ainda não sabe que perdeu, certo? Sendo assim, a primeira atitude consiste em mapear e identificar todos os clientes que podem ser considerados perdidos.

E esses clientes podem estar divididos tanto entre os que compravam com determinada frequência e pararam de comprar, quanto os que compraram uma vez e pararam ou aqueles que recusaram a proposta comercial.

Seja como for, é papel da gestão saber quem são essas pessoas para poder começar a agir de forma a recuperá-los.

2. Entenda os motivos do cliente

Depois de identificar os clientes perdidos, é importante entender quais foram os seus motivos. Afinal, só será possível convencer o cliente a retornar para o negócio se você apresentar soluções concretas para o que fez com que ele desistisse.

Alguns clientes terão deixado o negócio porque um concorrente apresentou um preço melhor, enquanto outros podem ter saído porque a solução oferecida já não atendia mais às suas necessidades. E há ainda possibilidades quanto à más experiências de atendimento, ou outras questões relacionadas.

Então, a partir do entendimento desses motivos, você vai entender quais clientes deve abordar. Se você oferece um determinado produto e a necessidade do cliente mudou, a menos que você tenha outras formas de atender às suas novas exigências, não adianta tentar reativá-lo.

3. Trace uma estratégia

Identificou os motivos da partida? Então é hora de traçar, de fato, uma estratégia para resgatar clientes perdidos — o que inclui consertar o que estiver errado antes de chegar no cliente para fazer o contato de reativação.

Caso o preço tenha sido o fator, por exemplo, elabore uma promoção ou desconto especial para convencê-lo a voltar. E avalie também o relacionamento do cliente com a empresa, como seus hábitos de consumo e suas preferências.

Assim, a abordagem do vendedor será mais assertiva, já que essa pode ser a última chance de trazer esse cliente de volta. Essa estratégia, inclusive, deve ser planejada de modo a prever e eliminar possíveis objeções de vendas, já que isso pode impedir o retorno do consumidor para o negócio.

4. Entre em contato da maneira adequada

Para colocar em prática essa estratégia, é importante entrar em contato da maneira adequada. Ainda que essa seja a preferência do cliente, um e-mail ou mensagem podem ser facilmente ignorados, por exemplo.

Em vez disso, o ideal é fazer um contato via telefone, videoconferência ou mesmo pessoalmente. Isso demonstrará o seu interesse em recuperar o cliente e vai diminuir as chances de os esforços serem ignorados.

Outro ponto importante é que o contato deve acontecer o mais rápido possível, logo após que se note que o cliente está inativo. Quanto mais tempo o negócio passar afastado do cliente, mais difícil vai ser recuperá-lo.

5. Invista na personalização

Não apenas é necessário entrar em contato do jeito certo e o quanto antes, mas também é importante que esse contato seja personalizado.

Tenha em mente que o cliente já não está no seu negócio, então, fazer uma abordagem padronizada — e que deixe clara essa falta de personalização — só fará evitar com que o cliente considere efetivamente a proposta.

É nesse momento em que é útil usar os dados de um CRM, por exemplo. O fundamental é demonstrar conhecimento sobre o cliente, deixando claro que outros negócios provavelmente não o conhecem tanto quanto a sua empresa.

6. Tenha cuidado com a abordagem

Ao mesmo tempo, é importante ter cuidado com a abordagem. Afinal, o cliente já está fora ou inativo em relação ao negócio, e agir de maneira agressiva ou invasiva pode apenas tornar mais fácil ouvir um “não” definitivo.

Por isso, é importante fazer uma abordagem estruturada, focada nas dores e necessidades do cliente e em como o negócio pode ajudá-lo. O foco deve estar em mostrar para o cliente que ele é realmente importante, e que a empresa valoriza o seu relacionamento.

Se, em vez disso, ficar parecendo que o único interesse do negócio é conseguir mais vendas e mais dinheiro, o cliente pode não decidir voltar para o negócio.

7. Aja de maneira preventiva

Por fim, tão importante quanto resgatar clientes perdidos, é evitar, tanto quanto possível, que eles saiam do negócio. E se, por um lado, é mais barato reativar um cliente do que conquistar um novo, também é mais em conta agir para mantê-lo no negócio do que para recuperá-lo.

Logo, é necessário rever os processos e agir de modo a conseguir que o negócio mantenha os níveis de satisfação dos clientes em alta. Isso estimula a fidelização e fortalece o relacionamento, tornando mais difícil a saída do cliente.

Além disso, também vale a pena usar ferramentas que ajam de maneira prévia à inatividade. É o caso, por exemplo, de ter um recurso de automação que dispara um e-mail de reativação caso o cliente fique sem comprar dentro de determinado período de tempo.

Com isso, as chances de o cliente sair do negócio e de isso acontecer sem que alguém perceba rapidamente são bem menores.

Enfim, como vimos, para resgatar clientes perdidos é fundamental que o negócio, antes de tudo, seja capaz de identificar quem são esses clientes. Na sequência, é importante conhecer os motivos da partida e, então, agir de maneira estratégica e estruturada para recuperá-lo.

Porém, tão importante quanto esse tipo de esforço é a atuação voltada para a fidelização, impedindo que a partida sequer ocorra. Com isso, o negócio consegue resultados mais sólidos e clientes mais satisfeitos!

E aí, gostou do post? Se notou que essas dicas vão te ajudar a reconquistar os clientes, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e deixe mais gente sabendo!